Cimi e Unila promovem curso de extensão em Histórias e Culturas Indígenas

postado em: Uncategorized | 0

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e a Universidade da Integração Latino Americana (Unila) realizarão, em julho de 2016, um curso de extensão em Histórias e Culturas Indígenas. O curso é gratuito e voltado especialmente para movimentos e pastorais sociais, professores(as) de educação básica, pedagogos(as) e diretores(as) de escola e tem a finalidade de qualificar as pessoas para a abordagem, em seus contextos de atuação, de questões ligadas aos Povos Indígenas.

Em 2008, a lei 11.645 estabeleceu a obrigatoriedade do estudo de história e cultura afro-brasileira e indígena nas escolas públicas e privadas do país, de modo que um dos objetivos do curso é buscar capacitar educadores(as) para a aplicação qualificada desta lei.

O curso tem 50 vagas disponíveis e será ministrado entre os dias 11 e 29 de julho no Centro de Formação Vicente Cañas, em Luziânia (GO). Ao todo, o curso terá 314 horas, sendo 180 horas de aulas presenciais e mais 134 horas de atividades complementares.

O coordenador do curso, professor Clovis Antonio Brighenti, explica que o nome no plural – Histórias e Culturas Indígenas – evidencia a perspectiva de considerar os indígenas em sua multiplicidade. “São mais de 300 povos, o nome no plural significa que partimos da ideia de diversidade. A ideia não é tratar a questão dos povos indígenas a partir apenas da dicotomia entre indígenas e não-indígenas, mas sim a partir da diversidade de suas concepções, histórias, dinâmicas e formas de se relacionar, inclusive com a sociedade não-indígena. Cada povo tem uma história própria”.

Entre os tópicos abordados no cronograma do curso, estão:

– História e Resistência Indígena;
– Antropologia Indígena – marcos conceituais referentes à diversidade sociocultural;
– Terra, Território e Territorialidade e sua relação com práticas e saberes ambientais;
– Direitos Indígenas: legislação e mobilização política dos Povos Indígenas;
– os projetos de Bem viver como crítica radical ao capitalismo;
– Conjuntura Político Indigenista, espaços de controle social e protagonismo;
– orientação metodológica do ensino da História indígena.

Ao final do curso, como atividade complementar, é pedida a elaboração de um artigo, para o qual os(as) participantes contam com a orientação dos(as) professores(as).

As inscrições estão abertas até o dia 10 de junho de 2016. No dia 15 de junho, será divulgada a primeira chamada de selecionadas(os) e, no dia 30, a segunda chamada. Para se inscrever, envie a ficha de inscrição, disponível abaixo, pelo email curso.indigenismo@cimi.org.br ou extensao.indigenismo@unila.edu.br.

SERVIÇO – Curso de extensão em Histórias e Culturas Indígenas

Realização: Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e Universidade Federal da Integração Latino Americana (Unila)

Data: de 11 a 29 de julho

Local: Centro de Formação Vicente Cañas, em Luziânia (GO)

Inscrições: até dia 10 de junho, enviando ficha de inscrição pelo email curso.indigenismo@cimi.org.br ou extensao.indigenismo@unila.edu.br

Hospedagem: O Cimi oferece hospedagem no Centro de Formação Vicente Cañas. Quem desejar, pode fazer contato pelo telefone 2106 – 1650 ou pelo email curso.indigenismo@cimi.org.br.

Custo: o curso é gratuito. A hospedagem é por conta dos(as) participantes.

Mais informações: Cimi: (61) 2106­1650 ­ Marline ­ curso.indigenismo@cimi.org.br
UNILA: (45) 9807­6716 ­ extensao.indigenismo@unila.edu.br

Clique aqui para baixar o formulário de inscrição.

Clique aqui para acessar o cronograma completo do curso.

Deixe uma resposta