Lançamento Revista em quadrinhos que retrata a história indígena no Alto Vale do Itajaí

postado em: Uncategorized | 0

No último dia 16 de setembro, foi realizado o lançamento da Revista em Quadrinhos “Indígenas do Alto Vale do Itajaí: o povo Laklãnõ/Xokleng e a colonização de Rio do Sul”, na Feira do livro de Rio do Sul, no Parque Universitário Norberto Frahm – Unidavi, em Rio do Sul.14364790_1537613009598295_8797182866971238150_n

O projeto foi organizado pelos historiadores Catia Dagnoni e Rodrigo Wartha, da Fundação Cultural de Rio do Sul e a Profa. Dra. Lilian Blanck de Oliveira, docente e líder do GPEAD/FURB. Possui financiamento do Edital Elisabeth Anderle de Estimulo à Cultura (2014). O roteiro e arte final da revista foi construído em conjunto com professores e estudantes (do terceiro ano do ensino médio) da Escola Indígena Vanhecú Patté, localizado na Aldeia Bugio – Terra Indígena Laklãnõ Xokleng (José Boiteux/SC). A direção de arte e os desenhos são do ilustrador Alex Guenther. São quinze mil unidades que serão distribuídas nas escolas no município de Rio do Sul e na Terra Indígena Laklãnõ Xokleng.14333200_1537613362931593_8908291397581816605_n

A proposta deste projeto é retratar o processo histórico de colonização do Alto Vale do Itajaí. A obra desoculta histórias para outros olhares/leituras dos processos de colonização a partir/com olhar e voz dos indígenas Laklãnõ/Xokleng, habitantes originários da região.

O evento de lançamento reuniu professores e estudantes da Escola Indígena Vanhecú Patté, organizadores e apoiadores, que falaram sobre o processo de elaboração e produção da publicação e contou com apresentação musical na língua materna Xokleng. A conversa teve participação dos/as professores/as Lilian Blanck de Oliveira, Osias Paté, Josiane Tchubag, estudante Eliton Weitchá, o desenhista Alex Guenther, os historiadores Cátia Dagnoni e Rodrigo Wartha e o superintendente da Fundação Cultural, Willian Sieverdt.

Momento em que indígenas do Povo Laklãnõ/Xokleng puderam conversar com a sociedade, apresentar os processos de elaboração desta revista em quadrinhos e dialogar sobre sua história e cultura.14265005_1537613006264962_7130999872066820769_n

Os/as professores/a do Povo Laklãnõ/Xokleng presentes no evento ressaltaram a importância desta revista em quadrinhos como material que foi construído na perspectiva de propor uma “outra versão da história”, tanto pelo teor da obra, como pelo processo de elaboração desta, que envolveu diversos sujeitos, além da Fundação Cultural, a universidade e integrantes do Povo Laklãnõ/Xokleng. Tendo como foco central a circulação nas escolas de Rio do Sul e da Terra Indígena Laklãnõ/ Xokleng, a revista pode ser compreendida como material paradidático que visa auxiliar em diálogos e práticas interculturais, possibilitando nesta perspectiva, pensar o passado a partir da ótica do Povo Laklãnõ/Xokleng.

14291719_1537613549598241_5101803007597329607_n

14344263_1537613216264941_8699686804373482769_n14317342_1537613276264935_3957059504821185232_n14292332_1537613206264942_2490807922649506519_n14358639_1537613376264925_5616284899677846033_n

 

Deixe uma resposta