ANAIS DO II SEMINÁRIO INTERNACIONAL CULTURAS e DESENVOLVIMENTO (SICDES – 2014)

 

 

GT 01 – MOVIMENTOS SOCIAIS E PRÁTICAS EDUCATIVAS POPULARES

 

Discurso Político-Ideológico do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra: uma análise textual

Eliane Pereira, Rosana Maria Badalotti e Ana Karina Brocco


Educação do Campo: a práxis dos movimentos sociais e a pedagogia da emancipação

Marluse Castro Maciel, Carlos Odilon da Costa e Naiara Gracia Tibola


Movimento das Mulheres Camponesas (MMC): 30 anos de história e conquista, reafirmando a luta camponesa e feminista

Ediana Maria Marcarello Finatto, Monica Maria Tourinho Oldiges e Leonel Piovezana


Relação entre os Movimentos Sociais e a Igreja/Tradições Religiosas

Marcely Carnieletto Gazoni e Mauri Luiz Gazoni


O Governo Brizola e a Questão Indígena no Norte do Rio Grande do Sul (1958-1962)

Gean Zimermann da Silva


O Movimento Pró-Federalização da FURB e a Luta pelo Direito à Educação Superior Pública e Gratuita no Vale de Itajaí

Gabriel Filipe Theis, Rubens Staloch e Clóvis Reis


O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Publica do Estado do Espirito Santo e sua Luta contra a Homofobia

Dorzilia Vaz de Moraes Soares

O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Publica do Estado do Espirito Santo e sua Luta contra a Homofobia

Dorzilia Vaz de Moraes Soares


A Percepção das Experiências Coletivas nos Processos de Politização e Projetos de Sociedade dos Movimentos Sociais

Claudecir dos Santos


A Práxis Pedagógica da Autogestão e da Cooperação nos Empreendimentos de Economia Solidária de Chapecó

Sedenir Fiore


Princípios da Educação Popular e a Alfabetização: um estudo da escola do Assentamento Conquista na Fronteira

Marlei Dambros


Vozes da Rede para a Rua: quem fala e o que escutamos?

Elizabeth Fontoura Dorneles

 

 

GT 02 – EDUCAÇÃO INTERCULTURAL INDÍGENA
Este GT objetivou discutir pesquisas e experiências pedagógicas relacionadas com a temática da educação intercultural indígena; compreender os fundamentos epistemológicos da educação escolar indígena a partir dos pressupostos da Interculturalidade; debater os impactos do processo de escolarização sobre as comunidades indígenas; e acolher experiências bem-sucedidas de educação indígena intercultural.