HISTÓRICO SICDES

O projeto do Seminário Internacional Culturas e Desenvolvimento (SICDES) teve origem nas discussões e pesquisas realizadas no âmbito do Grupo de Pesquisa Ethos, Alteridade e Desenvolvimento (GPEAD), vinculado ao Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHC) e ao Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) da Universidade Regional de Blumenau (FURB).

As intenções que motivaram tal proposição estão expressas no símbolo do evento: um globo constituído por diversas mãos com distintas formas, tamanhos e cores, sem contornos exatos, que constroem o mundo a partir da diversidade de seres, rostos, culturas, linguagens, lógicas e saberes.

Nesse mundo (globo) encontra-se em destaque o mapa da América Latina, representado geograficamente de maneira diferente, chamando atenção para a necessidade de olharmos para nós mesmos, latino-americanos, a partir de outro referencial, que subsidie iniciativas para a superação das diferentes colonialismos, violências, preconceitos, silenciamentos e discriminações que historicamente marcam nossas histórias e identidades. Portanto, expressa o desejo e a necessidade da constituição de outras formas de convivência, que (re)conheçam as alteridades e assegurem o respeito à história, à identidade, à memória e ao desenvolvimento de cada grupo cultural dentro de suas bases lógicas e epistemológicas, por meio do diálogo, troca de experiências e da promoção dos direitos humanos.

O I SICDES foi realizado na cidade de Blumenau, entre os dias 22 e 24 de outubro de 2009, com o tema Culturas e Diversidade Religiosa na América Latina: pesquisas e perspectivas pedagógicas, tendo por objetivo oportunizar espaços de interlocução entre pesquisadores, professores, acadêmicos e demais profissionais interessados nas áreas das culturas, desenvolvimento, diversidade religiosa e educação, no intento de possibilitar pesquisas e perspectivas pedagógicas inovadoras, para promoção e (re)conhecimento das alteridades, na constante busca pela promoção dos direitos humanos.

Para acessar a página eletrônica da primeira edição do SICDES clique aqui.

Para baixar o livro Culturas e Diversidade Religiosa na América Latina clique aqui.

HISTÓRICO CONSUDI

Congresso Sul-Brasileiro de Promoção dos Direitos Indígenas (CONSUDI), cuja primeira edição ocorreu em novembro de 2012, tem por finalidade promover o debate entre a população indígena, sociedade civil e órgãos públicos, para a instituição de políticas públicas que garantam os direitos dos povos indígenas presentes em todo território sul brasileiro (especialmente as etnias Kaingang, Guarani, Xoklengs e Xeta).

Tal ação está integrada à Rede de Atenção aos Povos Indígenas, coordenada pelo Ministério Público do Trabalho e o Ministério Público do Estado de Santa Catarina/Promotoria da Infância e Juventude da Comarca de Chapecó, que busca articulação dos entes públicos e das entidades e instituições privadas no atendimento às necessidades das populações indígenas, estabelecendo estratégias de enfrentamento à pobreza e à desigualdade.

A necessidade de fortalecer o protagonismo indígena e de integrar os povos indígenas da Região Sul, oportunizando momentos de ampla discussão dos direitos indígenas, motivaram a proposta de realização do II CONSUDI de forma integrada ao II SICDES.

Para acessar a página eletrônica da primeira edição do CONSUDI clique aqui.

HISTÓRICO COLÓQUIO CATARINENSE DE ENSINO RELIGIOSO

Colóquio Catarinense de Ensino Religioso é uma iniciativa promovida pela Associação dos Professores de Ensino Religioso do Estado de Santa Catarina (ASPERSC), com o objetivo de oportunizar eventos de formação continuada e estimular a realização de pesquisas e estudos da área do conhecimento Ensino Religioso (ER).

Sua origem remonta o ano de 2001, quando acadêmicos e docentes da primeira turma de Especialização em Fundamentos e Metodologias do Ensino Religioso em Ciências da Religião, da Universidade Regional de Blumenau (FURB), organizaram o I Seminário Catarinense de Ensino Religioso (SECAER).

Em 2003, nas dependências da Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC) em Lages, realizou-se o II SECAER, com o tema “Educação e Transcendência”. No decorrer da programação deste evento, professores e demais participantes fundaram a Associação dos Professores de Ensino Religioso do Estado de Santa Catarina (ASPERSC). Desde então, a ASPERSC assumiu a responsabilidade de promover os Seminários Catarinenses de Ensino Religioso e Colóquios Catarinenses de Ensino Religioso, de forma itinerante e em anos alternados, para abranger todas as regiões do Estado.

A primeira edição do Colóquio foi realizada em 2004, na cidade de Rio do Sul, com o tema O professor de ER: agente de transformação social. A segunda ocorreu em 2006, na cidade de Pomerode, com o tema O diferente e a diferença no contexto escolar. Dois anos após aconteceu a terceira edição, na cidade de São Bento do Sul, com o tema: Universo simbólico e a práxis pedagógica do Ensino Religioso. Em 2010, aconteceu a quarta edição na cidade de Joinville, com o tema Diversidade cultural religiosa e direitos humanos: desafios ao currículo escolar em Santa Catarina.

Para obter mais informações sobre a ASPERSC e seus eventos clique aqui .